Cuida do seu presente!

IMG_20190617_224355_718Nada é tão bom ou ruim que não possa melhorar!

Quem sabe tratar o outro mais como amigo, menos como inimigo, prejuízo e até tempo perdido.

Mais como companheiro, uma relação menos profissional. Relação amorosa como empresa perde tanto o sentido…
Carinho mesmo, de verdade, sem esforço, sem previsão, beijo antes e depois de sair, de entrar, de dormir, de acordar…no pescoço, na testa,  inclusive na boca.
Mãos na cabeça, nas costas, nos cabelos, colo, massagem…isso tudo é sempre muito bem vindo.
Sem preguiça de regar, cultivar, cativar, acalmar, ninar, ajudar a crescer.
Falar mais o que edifica, apontar menos os defeitos, reconhecer mais as capacidades, os talentos, as facilidades, as qualidades, os valores.
Ter orgulho da pessoa que está ao seu lado, apesar do que ela seja, saber que embora sendo o que seja, é tudo bem incondicional, sem toma lá, dá cá.
Hoje mais do que nunca, uma família é uma família,  feliz daquele que sabe ter! Um lar edificado, é um lar a ser valorizado, uma vida com afeto, não é vida vazia, sem sentido, onde todos os propósitos se fazem valer a pena, onde o futuro planejado todos os dias há de existir, acontecer. Mas, porém,  contudo, antes tarde do que nunca, para tal, cuidemos do presente!

A mulher de todos os dias

IMG_3158Dia de refletir à respeito da melhor mulher que você pode ser todos os dias; Você pode não ser a mulher dos sonhos desse ou daquele, mas, trabalha diariamente para ser a mulher que sempre sonhou; Tenha suas grandes inspirações para isso! Pode não ter aquele espírito aventureiro determinante, mas, como companheira, nunca foi de abandonar em nenhuma aventura. Tenha costume de se aventurar por si, em ser quem nunca foi ou nem pensou em ser pelos desafios, espírito de bravura, candura e disposição que habita em você; Siga gostando de aprender e ensinar, seja capaz de citar tudo que aprendeu com o outro, sem que seja necessário para isso, saber tudo aquilo que lhe foi ensinado; Seja eternamente grata a todos aqueles que de alguma forma te ensinaram a ser mais e melhor, através de palavras, gestos, atitudes, conselhos, um pouco de atenção, um encontro, uma crítica construtiva, uma escuta e um silêncio; Todos os dias tenha a meta de pensar um pouco melhor à respeito do que quer ou de quem seja, isso a ajuda a ser mais tolerante; Ame todas as vezes que você pode ter a liberdade de ser do jeitinho que é, sem tanto esforço para ser amada como se apresenta, nessas horas sinta o amor de verdade; Queira estar envolvida em todos os planos do seu amor e que ele se envolva nos seus, porém, se não sabe planejar ou contar como o esperado, que ele entenda que é nesse momento que você está mais aprendendo, fixando cada traço que lhe é apresentado como certo e viável, naquele tempo; Rogue à Deus que assim como você, não foquem somente em suas falhas, faltas ou insucesso, tentem ver todo tijolo que encaixou até aqui, toda massa de cimento que já preparou, toda pedra que apanhou e empilhou para que não falte material; É muito bom olhar para trás e sentir que nada daquilo teria sido o mesmo se não fosse por você, pelo outro! Não precisa ser de engajamento, escandalizar pelo empoderamento, mas exija todo o respeito; se já foi de querer um beijo, uma flor que fosse, hoje prefira um pode contar comigo, comece a perceber o quanto isso vale mais; não admita humilhações, ofensas, xingamentos e acredite demais no aqui se faz, aqui se paga! Peça por paz todos os dias, mas, também trabalhe por ela, quando tolerar, entender, cogitar a possibilidade de ser stress, fome, cansaço, crises existenciais ou uma situação mal resolvida; Não é justo um dia só para você, queira também o dia dele, assim como não é justo que apenas ele trabalhe, lute por um, para chamar de seu! Aprenda que a felicidade sempre termina quando a expectativa começa e tudo acaba em frustração, por isso, mais do que esperar aprenda que , agradecer sim, te levará à algum lugar! E hoje é dia de agradecer o quanto, mesmo sem saber, o outro te ajuda a ser a melhor que você pode ser nessa vida, como sempre sonhou! Nahiane Gomes.

Ainda bem…

imagesChega um tempo na vida que a conclusão é: confiar é bem mais que fechar os olhos e apostar, então, abre os olhos e contempla a vastidão de um horizonte que tem pela frente, quem sabe não exigente de tanta confiança, mas, exigente de fé!

Ter fé nem sempre exige apenas que você confie é necessário que acredite. Acredite, por exemplo, que seu convite oficial para as empreitadas de Deus estará sempre chegando. Ter confiança e somente só confiança, em algumas situações, não basta, cansa, ludibria.

Nesse caso esperar passa a ser sinônimo de perder tempo, então, você não espera tanto, deixa de criar as velhas expectativas. Aqui refiro-me às  expectativas antes até interessantes, hoje,  substituídas por previsibilidades sem graça. Tem dias e situações em que nada pior do que esperar um “EU JÁ SABIA”.

E no decorrer desse tempo você passa a pronunciar pra si mesmo(a) o “AINDA” como sinônimo de temporário, até que ainda sobrem forças para fazer prevalecer o melhor que há em si e não se deixar levar por ilusões do que poderia ser, não é, nunca foi e não vale mais tanto a pena esperar pra saber se será.

Tua ausência, minha falta!

E porque ela “existe” lembrei-me de ti

Trouxe-me lembranças daquele ontem que hoje me remetem aos feitos, aos não feitos e seus efeitos

Lembrei  dos jeitos, trejeitos e mais ainda dos bem feitos

Permiti-me saudá-la e nessas horas pensei no tanto que disse

Vejo agora as tuas prezadas razões

Entendo nesse presente tuas pertinentes preocupações

Manifestam-se em mim tuas verdades

Serei como deve ser, quem sabe como quis ensinar

Quem sabe assim eu aprenda mais, seguindo sem me importar

E por essa nomeada saudade faço-me em solenidade para não perder-me de tiImagem

Confia e segue

A dor? Ah, a dor…a dor às vezes por si própria anestesia!

O choro? Ah, o choro…que um dia cesse e quando vier sirva para lavar a alma, purificar o que de dor insistir em ficar!

O controle? Ah, o controle, o tal do controle às vezes serve pra não chorar ao ponto de desequilibrar.

Quer chorar? Vai…chora de emoção por alegrias obtidas, bênçãos recebidas, histórias bem vividas.

É pra interpretar o sentimento? Ah, tá! Interpretar…Tudo bem, quando o sofrimento chega nos entremeios ensina que: mesmo na dor, no sufoco do choro, o controle é a fé e o coro deve ser do amor por Deus, pela vida e pelas pessoas que te ajudam a ficar de pé e tentam te reensinar a cantar e voltar a sorrir. É também para ajudar a fixar na mente, na alma e no coração que nenhum ser humano tem amor maior, melhor, mais puro, fiel e verdadeiro que Deus.

Deus que acolhe, acalma, conforta, justifica, cuida, ensina, fortalece, glorifica e um dia chama!

Que por melhor que seja alguém que você ame, um dia falharás porque só Ele é perfeito e  te mostra a cada dia o Pai que é e os filhos que merece ter, estendendo as mãos para serem alcançadas, apertadas, te fazendo levantar com a coragem para viver os sagrados dessa passagem pela Terra!

Que tenhamos ainda que entre soluços, choros e risos uma voz vindo de uma chama interior para cantar os versos de Gonzaguinha…cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz, eu sei…que a vida devia ser bem melhor e será…mas isso não impede que eu repita…é bonita, é bonita e é bonita!Imagem

Uma volta de bicicleta

Imagem Um ato que pra muitos é nada ou passa despercebido me vem à mente em formato de filosofia, aprender a andar de bicicleta tem pra mim tanta simbologia!

Alcançar a sela, o pedal, desviar dos obstáculos ou passar por cima dos mesmos, equilibrar-se, cair, não saber fazer a curva, bambear, depois quando você já sabe sai pedalando livremente, olha não só pra frente, mas, pros lados, dando tchauzinho para quem fica pra trás. Quando você aprende prova pra si que sabe e ninguém mais lhe intimida,você deslancha, segue sentindo o vento no rosto, atravessa flores, jardins, pedregulhos, sobe calçadas, segue indo…quando quer aventura manda ver na orientação, pedala mais rápido, sobe rampas,propõe-se mais desafios e vai acertando,tentando errando,enfim,pra mim tem uma simbologia que vai muito além do simples ato.

Lembro com afeto dessa fase da minha vida, lembro das pessoas que se empenharam em me fazer conseguir seguir. Sabe o mais legal? Elas permanecem segurando minha garupa, me orientando e me aplaudindo a cada volta, a cada partida, a cada curva, tombo, tirada de rodinhas, corrida, parada, pés no chão, pés na calçada,enfim,elas continuam me vendo como aquela que vai conseguir aprender e nunca mais esquecer.São mais confiantes do que eu,mais empolgadas ou tanto quanto!

Elas adoram meu tchauzinho preenchido com um sorriso de orelha a orelha acompanhado do grito: – Consegui! Sei que é pra elas que eu devo levantar as duas mãos ainda pedalando, quando conseguir dar uma volta completa e nada mais me atrapalhar.  Elas não desviaram o foco para outras crianças,a elas interessava que eu aprendesse e saísse por aí ensinando,dando dicas, com todo aquele prazer que eu sinto em ajudar!

Vou lembrar sempre disso quando estiver ensinando meus filhos a andar assim quem sabe eles possam quando adulto ter a mesma satisfação plena de ver a coisa como hoje eu vejo.

Enfim, desejo que marquem seus filhos como fui marcada, dando valores às pequenas grandes coisas dessa vida, que sejam lembrados com tal amor como estes de quem vos falo sempre que tenho uma oportunidade e nos quais me inspiro para continuar pedalando pelas trilhas desse mundo!

Imagem

Queira saber!

ImagemCompartilhando a ideia de Shakespeare, um dia você aprende…  aprende tanto que esquece  o “Não quero saber”! Aprende tanto que faz questão de saber, só para ter o desfrute de querer aprender e não mais esquecer!

Aprende, por exemplo, que o melhor e-mail pode ser aquele que fica na caixa de enviados e nunca perde seu contexto, aquele do qual você não se arrepende de nenhuma palavra digitada. Aquele que passados anos e anos você lê, relê e conclui: era tudo que eu tinha que dizer, ainda que na sua caixa de entrada tenha ficado salvo tudo aquilo que você não deveria reler e sim esquecer.

Aprende que sinceridade tem um preço alto e amizade precisa de empatia porque nunca terá preço, mas, sempre terá o seu valor.

Aprende que desprezo tem peso de chumbo e se trocado não dói.

Aprende a duras penas que é direito seu ser amado (a), mas, dever e obrigação você só tem com quem te ama.

Aprende que confusão entre doçura, tolice, meiguice e burrice pode acontecer, mas isso não te impede de impedir.

Aprende que ser útil nunca é, nem será o bastante.

Aprende que só sabe de fato ensinar, quem um dia já aprendeu que nunca é tarde para assimilar e nunca é cedo para despertar, abrir os olhos e enxergar o que se passa em seu lugar!

Para a Cortês que sabe ser Bela!

downloadBeleza que não é útil, não se faz necessária, é supérflua!Belo por belo, na escolha pode ficar sem medo de ser feliz com um belo interior, daqueles que torna grande e dilata devido a todo poder de encantar, só dessa forma a beleza se faz útil e necessária!

Mas, essa não se mostra de cara num rostinho bonito, num corpinho esbelto e num sorriso largo que se esvaem se despedindo do tempo, mostrando fragilidade e a facilidade do seu poder de iludir, seduzir, seja lá como for!Isso fica a critério dos míopes que se deixam enganar, passando a ser uma questão de escolha que envolve caráter.

Sem entrar no mérito dessa escolha, prefiro dizer que o “belo” dito necessário, para revelar-se requer tempo útil, porém, revelado, torna claro o quanto a raridade e a utilidade desse mesmo, sobra sem poder faltar!

Não é seu aniversário, nem precisaria ser para que eu desejasse de cortesia não dias e noites de sol porque isso você sempre soube ter, mas, um amor de verdade por merecimento, pois, você sabe ser necessariamente bela!

Se é pra falar de amor…

Quando agente ama demais e tem o sentimentalismo impregnado na essência, qualquer distância é absurda, lidar com o tempo passa a ser tarefa das mais difíceis, as emoções se afloram a cada pensamento, a cada gesto e a cada telefonema.Escutar a voz, exige de nós um poder de concentração enorme para barrar qualquer derretimento de tanto solidez.
Quando esse amor é pilar, forte, crescente, vital, a necessidade de expressá-lo é sucumbida pela exigência em sentí-lo a ponto que palavras sejam dispensadas, uma infinitude de palavras seriam insuficientes para explicar,para fazer entendê-lo o que se passa aqui dentro.Ao mesmo tempo a saudade é tanta que impera um suspiro profundo, um entalo na garganta, um marejar nos olhos e a sensação de que o coração está sendo torcido, sabotado.
Nessa hora o jeito é torcer também o cérebro para controlar o emocional.Em alguns momentos esse controle é acionado,mas, quem disse que certos comandos nunca falham?
Coração quase sempre sabota cérebro,eles vivem em constante relutância e na saudade eles disputam campeonatos.Nessas horas, concordar com a autora Martha Medeiros: ” Amor é uma anarquia que dispensa palavras,nele não existe moral da história”, esclarece um pouco desse muito que extremistas como eu, fica sem saber explicar e renegados à expressar, pela insegurança de que palavras nunca irão bastar!
Por isso, ainda que os sentimentos não me deixem ser tão clara com as palavras, eis a necessidade urgente em sempre te dizer sobre o que eu sinto elevada à sexta potência desse amor eterno que só cresce aqui dentro por você.